Osmar Santos

Formado em Educação Física, Administração e Direito, Osmar Santos trabalhou como locutor esportivo nas rádios Jovem Pan, Record e Globo. Trabalhou também como artista plástico em pinturas sobre telas, sendo este seu último emprego devido ao grave acidente de automóvel que sofreu em 22 de dezembro de 1994 e que afetou sua fala, que era seu dom. Trabalhou também nas redes de televisão Rede Globo, Rede Record e Rede Manchete. Narrou a Copa do Mundo de 1986 pela Rede Globo como primeiro locutor, na companhia de Galvão Bueno (2º locutor) e Luiz Alfredo (3º locutor). Fez para a Rede Manchete a Copa do Mundo de 1990 com comentários de Zagallo.

Foto de Osmar Santos

Foto de Osmar Santos

Foi um dos melhores narradores de futebol do rádio brasileiro. Faziam parte da equipe comandada por Osmar na Rádio Globo, na fase de maior sucesso: Loureiro Júnior e Carlos Aymard (comentaristas), Fausto Silva, Roberto Carmona e Henrique Guilherme (repórteres de campo). E os também narradores: Oswaldo Maciel, Oscar Ulysses e Odinei Edson (esses dois últimos, seus irmãos). Juarez Soares também participou da equipe, como apresentador de um programa que falava de futebol e variedades. Com base nessa experiência, Osmar Santos e sua equipe passaram a apresentar o programa e variedades Balancê (que tinha na produção Odir Cunha, com Lucimara Parisi na produção artística).

Osmar Santos vinha sendo preparado para trabalhar na TV Globo, onde atuou como narrador de futebol e apresentador, mas quem acabou sendo contratado para apresentar o programa dominical da Globo foi seu amigo Fausto Silva, em 1989, ele que havia se destacado no programa Perdidos na Noite, produzido pela TV Record a partir de 1982, e TV Bandeirantes, a partir de 1986.

Osmar Santos teve uma participação importante como locutor dos comícios da campanha política de 1984 pelas Diretas Já!. Bastante popular, recebeu proposta para candidatar-se a cargos políticos, mas não aceitou.

Sempre muito criativo, inovou também quando passou a narrar jogos pela TV Record. Em alguns momentos a câmera o mostrava na cabine e ele falava diretamente com o telespectador. Também criou bordões que foram tão bem aceitos pelo público, que ecoavam pelos estádios, como o famoso “Parou por quê, por que parou?”. Entre suas expressões inesquecíveis, estão: Ripa na chulipa e pimba na gorduchinha, “Um prá lá, dois prá cá, é fogo no boné do guarda”, “Sai daí que o Jacaré te abraça, garotinho”, “No carocinho do abacate” “ai garotinho” e uma das narrações de gol mais marcante do rádio brasileiro “E que GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL”. Também foi Osmar Santos quem criou a expressão “Animal”, que melhor representou o jogador Edmundo, terminando por se tornar a sua marca registrada.

Seu irmão Oscar Ulisses comanda a equipe de esportes da Rádio Globo. Seu outro irmão Odinei Edson narra a Fórmula 1 para a Rádio Bandeirantes. Na Bandeirantes trabalha também o seu primo Ulisses Costa. Em 1994 sofreu um grave acidente de carro que lhe produziu graves seqüelas devido aos danos cerebrais que sofreu. Após uma grande recuperação, pode recuperar várias funções, porém sua fala ficou comprometida, sendo capaz de pronunciar menos de cem palavras, inpedindo-lhe de continuar trabalhando como narrador. Hoje se dedica à pintura, e seus trabalhos se encontram em importantes coleções particulares em todo Brasil e no Exterior.

Em sua homenagem foi criado o Troféu Osmar Santos, concedido cada ano à equipe que termina o primeiro turno do Campeonato Brasileiro de Futebol no primeiro lugar.

About these ads

Tags: ,

4 Respostas to “Osmar Santos”

  1. Fernanda Nogueira Schuttz Says:

    Osmar Santos, sem dúvida foi o narrador mais espetacular do rádio esportivo desde os anos 70 até hoje. Nunca ninguém narrou tão rápido e com tanta emoção.

  2. Hermes Gelsi Junior Says:

    Quando eu era garoto em Marília, ouvia as narrações na Rádio Dirceu de Marília de Osmar Santos, era simplesmente Mágico. Todos que gostavam de ouvir rádio e futebol sabiam que o Osmar teria um futuro maravilhoso em alguma rádio da capital. E isto ocorreu como todos sabemos. A emoção, a alegria, a vibração e o gol E QUE GOOOOOOOOOOOOOOOL. Um grade abraço GAROTINHO.

  3. Erinaldo Says:

    SR osmar pasrabems para vc

  4. Luiz Pinheiro Says:

    Osmar Santos foi o “Pai da Matéria”. Um ícone no rádio esportivo que fez escola à muitos seguidores, jamais igualável. Talvez igual ao número de torcedores de futebol, era o de seus fãs e admiradores.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: